Thursday, September 6, 2018

O que é qualidade de vida?

Para a OMS, a definição de qualidade de vida é a “a percepção que um indivíduo tem sobre a sua posição na vida, dentro do contexto dos sistemas de cultura e valores nos quais está inserido e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”. Trata-se de uma definição que contempla a influência da saúde física e psicológica, nível de independência, relações sociais, crenças pessoais e das suas relações com características inerentes ao respetivo meio na avaliação subjetiva da qualidade de vida individual. Neste sentido, poderemos afirmar que a qualidade de vida é definida como a “satisfação do indivíduo no que diz respeito à sua vida quotidiana”.



E como obter essa qualidade de vida?

Que tal atividade física com prazer gerando bem-estar? Esse é o nosso conceito para o nosso atendimento na Fisioterapia, seja com o RPG (Reeducação, Postural Global), Pilates, estética, acupuntura, palmilhas posturais etc.). Que acha de fazer um tratamento fisioterapêutico ou um Pilates proporcionando essa qualidade de vida? Atividade física com prazer gerando bem-estar e saúde! Quando melhoramos as dores ortopédicas crônicas ou quando começamos a nos sentir melhores com nosso corpo, isso gera qualidade de vida!

Então, vamos experimentar nossa Fisioterapia, RPG, Pilates e Palmilhas Posturais com prazer e resultados?



Agende sua avaliação e aula experimental gratuita e por hora marcada:

Telefone: (21) 21350535
WhatsApp: (21) 981664500

Endereço: Largo do Machado, 21 sala 407 Catete Rio de Janeiro RJ (saída do metro do Largo do Machado, ao lado do estacionamento do Extra)

Thursday, June 14, 2018

Fisioterapia tem que ser todos os dias?

Ultimamente tenho decidido como profissional que não precisamos de fisioterapia traumato-ortopédica todos os dias. Parece com atendimento de plano de saúde que o repasse é insuficiente então os donos de clínicas e consultórios precisam de quantidade, enchendo a agenda do paciente de gelo, calor e aparelhos. Concordo que a depender da fase da lesão, gelo, calor e aparelhos são necessários para diminuir a inflamação, edemas etc. Porém eles não atuam na causa do que levou a lesão ou na restauração do movimento necessária ao paciente. Recebo paciente no meu consultório que passaram 30 sessões de fisioterapia somente com aparelhos, agravando a amplitude de movimente perdida devido a lesão e/ou cirurgia.

Crioterapia

Como eu faço na minha rotina? Fisioterapia no máximo 3 vezes por semana. 2 vezes é o meu habitual. Mas preciso da cooperação do paciente para dar continuidade ao tratamento em casa. Em casa podem ser realizados alongamentos, compressas mornas, gelo e até tens (tenho uns aparelhinhos portáteis que deixo com os pacientes). Sem a cooperação do paciente, essa formula não funciona. O fisioterapeuta tem que ser mais do que aparelhinhos, tem que colocar as mãos nos pacientes. Tem que orientar, conhecer bem seu paciente, seja fisicamente como psicologicamente para entender como funciona o mecanismo de dor e lesão individual de cada um.

Alongamento

Existe também o viés da ansiedade das pessoas em querer resolver rapidamente. Cada corpo reage de uma forma. Não existe protocolo. E tem a influência externa, como mudança de clima, estresse, excesso de analgésicos e antiinflamatórios que mascaram a sintomatologia... então o número de sessões de fisioterapia não podem ser determinadas previamente. Quanto mais cooperação e interação entre o fisioterapeuta e o paciente mais rápido será a recuperação. 

Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta

Tuesday, July 4, 2017

Fisioterapia no Pré-Operatório de cirurgia ortopédica

A fisioterapia como um todo carece de evidências científicas. E isso torna mais difícil o reconhecimento e valorização do trabalho de reabilitação fundamental no processo de recuperação de uma cirurgia ortopédica. Visto isso, e também durante minha prática profissional, me deparo constantemente com a necessidade dos meus pacientes que vão fazer uma cirurgia ortopédica eletiva em melhorar o quadro clínico geral diminuindo dor, melhorando força e arco de movimento para vir a ter uma recuperação mais rápida e com menos sequelas do processo cirúrgico e de imobilização pós-cirúrgico. 


A fisioterapia pode e deve atuar no pré-operatório e no pós-operatório imediato sim. É só imaginar o sucesso da cirurgia se o paciente tem uma boa estabilização lombar para uma cirurgia de hérnia de disco lombar ou um quadríceps bem equilibrado com os ísquios tribais no que se refere a força e alongamento, para uma cirurgia de joelho. 


No pós-operatório imediato também é negligenciado, pois a redução de edema, hematomas e mobilização passiva precoce para recuperação da amplitude de movimento e prevenção de formação de aderências na fáscia muscular são extremamente importantes.


O caminho está aberto pois as cirurgias cardíacas e pulmonares e muitas equipes de cirurgia bariátrica (redução do estômago) já reconhecem a importância da presença do fisioterapeuta na equipe multidisciplinasr para atuar antes e depois de um processo cirúrgico desse porte.

Para mim, como profissional da área da saúde, o objetivo final tem que ser a melhora do paciente, o resto é consequência de um bom trabalho.

Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta

Wednesday, April 5, 2017

Correção postural dói?

Sim!!!

Imagine uma pessoa que tem péssimos vícios posturais por anos e depois de colocar sobrecarga nas articulações, músculos e tendões, começam os desgastes, dores e lesões. Faz tratamento, toma remédio, fisioterapia, Pilates... e sim! Eventualmente ou frequentemente vai sentir algum tipo de incomodo muscular.



Por que?

Porque o organismo luta em permanecer naquela postura desequilibrada "confortável". E assim aumentam os desequilíbrios, lesões, desgastes, dores e etc.




O que fazer?

Reprogramar toda a infraestrutura músculo esquelética e principalmente o sistema nervoso central!

Como?

Técnicas fisioterapêuticas como RPG, Pilates, Kinesiotaping, uso de palmilhas, terapia manual e etc.


                                    


Mas tudo isso tem um preço: desconforto e dor leve. Dor moderada a alta que atrapalha sua rotina não é normal! Tem que procurar seu fisioterapeuta e explicar o que esta sentindo pois ele tem como te orientar ou melhorar esse desconforto.

O relacionamento entre o fisioterapeuta e seu paciente tem que ser próximo, o feedback pós-atendimento de fisioterapia é fundamental! Do contrário, o tratamento postural será muito doloroso, desconfortável e talvez ineficiente pois quando sentimos dores fortes, a tendência do nosso corpo é proteger essa área fazendo mais compensações posturais desequilibradas.


                                     



Tem como evitar esses desconfortos?

Muitas vezes não. Pois algumas vezes é necessário tirar aquela estrutura da zona de conforto
errada.

Quanto tempo de tratamento precisa para uma correção postural efetiva?

Depende muito do empenho do paciente, da experiência do fisioterapeuta, das técnicas utilizadas e do feedback paciente-fisioterapeuta. Em média, a partir de 6 semanas de tratamento efetivo postural pelo menos 2 vezes por semana, já é percebida diferenças concretas.

Dor leve muscular, ok! Dor moderada a forte atrapalhando a rotina, não!!!

Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta

Thursday, January 26, 2017

Como diminuir o sedentarismo?


Não praticar atividade física tem um peso enorme na incidência de doenças cardiovasculares, porque interfere em todos outros fatores de risco tais como: obesidade, perda de massa muscular, dores articulares, pressão alta, doenças cardíacas, encurtamento muscular, má postura, cansaço, baixa resistência orgânica e alto nível de estresse.



Para manter um estilo de vida saudável temos que passar a ter hábitos saudáveis. Tais como dieta equilibrada, dormir as horas necessárias e exercícios físicos regulares pois proporcionam benefícios físicos  e mentais. 

Atividades não-programadas contribuem para diminuir o sedentarismo. Essa mudança de hábitos durante a rotina podem melhorar o sistema cardiovascular e ajudar a perder peso. Exemplo de atividades físicas não-programadas são a caminha e subir escadas.



A caminhada deve variar dependendo do nível de saúde física do indivíduo. O tempo recomendado é 30 minutos, mas dependendo do estado físico, melhor começar com dez minutos e vai aumentando progressivamente o tempo e realizar pelo menos de 3 a 5 vezes por semana. Outra forma de contabilizar a caminhada é através da contagem de passos. Atualmente há muitos aplicativos para celular que ajudam nessa contagem. Dez mil passos equivalem a 30 minutos de caminhada por dia.



Subir escadas aumenta a frequência cardíaca e a tonicidade da musculatura de membros inferiores e glutens. Enquanto que a descida pode impactar mais as articulações e, em termo de gasto calórico, representa apenas 30% do esforço obtido na subida. Subir 12 andares (de 18 a 20 degraus) por dia, mesmo não subindo tudo de uma vez podendo ser espaçado ao longo do dia, já proporciona melhora da saúde do coração diminuído sedentarismo. Subir escadas não requer deslocamentos para nenhum lugar especial, poupa tempo e não te custo. O ideal é começar com alguns lances por dia para não desenvolver sobrecarga nas articulações e lesão muscular. O uso de escadas é mais eficiente se comparado com a caminhada em termos de gasto energético e de condicionamento porque impõe ao organismo um esforço metabólico e vascular contra a gravidade e com maior acionamento muscular.

Em geral a caminhada e trocar o elevador pelas escadas são ótimas formas de diminuir o sedentarismo. Porém a queima calórica de subir escadas é 3 vezes maior que a de caminhar.


Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta

Tuesday, November 1, 2016

Por que cuidar da saúde?




Parece muito óbvio, certo? Mas quantas vezes já colocamos "prioridades" sobre nossa saúde. Muitas vezes mesmo sentido muita dor nas costas, por exemplo, deixamos de nos cuidar porque "não tenho tempo", "depois eu resolvo" e terminamos nunca nos cuidando.

Sabia que doenças crônicas osteomusculares poderiam nunca ter se tornado crônicas e de difícil tratamento se tivéssemos sido tratadas desde incio? Ou as vezes apenas uma orientacao ou conscientizacao corporal poderia prevenir complicacoes que levam a necessidade de cirurgia.

E porque nao evitar uma cirurgia com tratamentos fisioterapeuticos conservadores? Ou porque não se recuperar melhor e mais rapidamente de uma cirurgia fazendo fisioterapia pré-operatória e pós-operatória. Sabia que o sucesso de muitos tratamentos fisioterapêuticos dependem de quanto mais cedo iniciamos a fisioterapia?

Então, sabendo disso tudo, por que não cuidar da saúde?

Uma vez uma colega falou que atividade física para ela era como escovar os dentes, fazia parte da rotina dela porque era necessário. Fantástico! Cuidar da saúde, exercitar-se, tem que fazer parte da rotina. Todos os dias tem que ter algo que faça que movimente o seu corpo. Coloque um contador de passos no celular e veja o quanto anda por dia. Troque elevador por escadas. Ande de bicicleta. Faça caminhadas. Alongue-se. Essas e muitas outras atividades são eficazes e não necessitam de grandes investimentos.

10 motivos para praticar atividade fisica
1) Melhor disposição física para as atividades do dia-a-dia;
2) Funciona mais que dieta quando o assunto é perda de peso, porque a atividade física promove aceleração do metabolismo, que consome calorias até em repouso;
3) Regula o sono, pois a prática de exercícios libera endorfina, uma enzima que proporciona bem-estar e diminui a ansiedade e o estresse;
4) Inibe os resfriados, pois a prática de atividade física fortalece o sistema imunológico;

5) Diminui os riscos do câncer de mama, pois os exercícios diminuem os níveis de estrogênio - hormônio intimamente ligado ao câncer de mama;

6) Combate a osteoporose, doença dos ossos,  pois fortalece a massa óssea devido ao impacto promovido pelos exercícios no corpo;

7) Reduz o colesterol ruim (LDL);
8) Previne o diabetes, pois contribui para regular a produção de insulina;

9) Controla a hipertensão, pois libera substâncias que causam a dilatação e o fortalecimento dos vasos sanguíneos;

10) Aumenta a libido e a performance sexual, pois melhora a autoestima e o condicionamento físico.

Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta



Monday, October 10, 2016

Somos especialistas em Ciências do Exercício

Olha só quantos benefícios dos exercícios físicos!!!

Vem pro Pilates!!!

Agente sua aula experimental grátis e conheça nossos planos de pagamento flexíveis que cabem no seu bolso!!!

Telefone (21) 21350535
WhatsApp (21) 981664500
Email: contato@pilatescrisfisio.com

Benefícios do exercício a curto, médio e longo prazo