Wednesday, April 5, 2017

Correção postural dói?

Sim!!!

Imagine uma pessoa que tem péssimos vícios posturais por anos e depois de colocar sobrecarga nas articulações, músculos e tendões, começam os desgastes, dores e lesões. Faz tratamento, toma remédio, fisioterapia, Pilates... e sim! Eventualmente ou frequentemente vai sentir algum tipo de incomodo muscular.



Por que?

Porque o organismo luta em permanecer naquela postura desequilibrada "confortável". E assim aumentam os desequilíbrios, lesões, desgastes, dores e etc.




O que fazer?

Reprogramar toda a infraestrutura músculo esquelética e principalmente o sistema nervoso central!

Como?

Técnicas fisioterapêuticas como RPG, Pilates, Kinesiotaping, uso de palmilhas, terapia manual e etc.


                                    


Mas tudo isso tem um preço: desconforto e dor leve. Dor moderada a alta que atrapalha sua rotina não é normal! Tem que procurar seu fisioterapeuta e explicar o que esta sentindo pois ele tem como te orientar ou melhorar esse desconforto.

O relacionamento entre o fisioterapeuta e seu paciente tem que ser próximo, o feedback pós-atendimento de fisioterapia é fundamental! Do contrário, o tratamento postural será muito doloroso, desconfortável e talvez ineficiente pois quando sentimos dores fortes, a tendência do nosso corpo é proteger essa área fazendo mais compensações posturais desequilibradas.


                                     



Tem como evitar esses desconfortos?

Muitas vezes não. Pois algumas vezes é necessário tirar aquela estrutura da zona de conforto
errada.

Quanto tempo de tratamento precisa para uma correção postural efetiva?

Depende muito do empenho do paciente, da experiência do fisioterapeuta, das técnicas utilizadas e do feedback paciente-fisioterapeuta. Em média, a partir de 6 semanas de tratamento efetivo postural pelo menos 2 vezes por semana, já é percebida diferenças concretas.

Dor leve muscular, ok! Dor moderada a forte atrapalhando a rotina, não!!!

Dra Cristiane Cavalcante
Fisioterapeuta